Pesquisa Eleitoral em Santo André

O prefeito Paulo Serra (PSDB) lidera a disputa eleitoral na cidade mas a avaliação do seu governo é majoritariamente regular.

1- Avaliação do governo Paulo Serra
O governo Paulo Serra tem uma avaliação regular. Avaliação positiva (ótimo + bom) 25%; regular 44% e negativa 27% (ruim + péssimo). Essa distribuição equivale a uma média de 5,7 (numa faixa de 0 a 10). Suas melhores avaliações encontram-se entre pessoas com ensino superior, 33% de positivo e com renda superior a 5 SM, com 31% de positivo, enquanto suas piores avaliações se encontram entre os entrevistados na faixa etária de 35 a 44 anos com 37% de negativo.
Resultado semelhante se observa em relação a forma que o prefeito está governando a cidade de Santo André. 43% aprova enquanto 44% desaprova.

2- O melhor prefeito de Santo André
Entre os últimos prefeitos do município: Newton Brandão, Celso Daniel, João Avamileno, Aidan Ravin, Carlos Grana e Paulo Serra, o ex-prefeito Celso Daniel é considerado o melhor prefeito por nada menos que 73% dos entrevistados. Esses valores se repetem em todos os segmentos e chegam a 81% entre os entrevistados de 25 a 44 anos. Chama a atenção que mesmo na faixa etária de 16 a 24 anos, que não vivenciaram o período em que foi prefeito, Celso Daniel atinge 62%.

3- Preferência e rejeição partidária
O resultado observado é semelhante ao que vem se observando em outros locais e ao longo do tempo. O PT é ao mesmo tempo o partido mais preferido (19%) e o mais rejeitado (35%). Muito abaixo, em segundo lugar nos dois critérios aparece o PSDB (5% de preferência e 8% de rejeição).

Em relação a preferência pelo PT, esse índice chega a 23% na faixa de 35 a 44 anos e na faixa de 60 anos ou mais. Na faixa mais jovem o PT é preferido por apenas 9% dos entrevistados, porém mesmo com esses baixos índices ainda assim é o partido preferido, já que 82% dos entrevistados nessa faixa não tem nenhum partido de preferência.

Em relação a rejeição, os segmentos que mais rejeitam o PT são aqueles com ensino superior e com renda superior (em ambos os casos, com 45%) e entre os entrevistados de religião evangélica (44%).

4- Intenção de votos
Na preferência espontânea, quando simplesmente se pergunta em quem o entrevistado votaria, 17,3% responderam o nome de Paulo Serra, seguido muito de longe pelos ex-prefeitos Carlos Grana com 3,5% e Aidan Ravin com 2,3%. Outros dois possíveis pré-candidatos: Ailton Lima e Eduardo Leite aparecem a seguir com 2,3% e 1,3%. 11,5% declararam que pretendem anular o voto ou votar em branco. Nada menos que 61,8% não souberam responder, resultado absolutamente normal para o momento, já que a questão das eleições municipais não se encontra nas prioridades e preocupações da população neste momento.

Na intenção estimulada, isto é, quando se mostra um cartão circular com o nome dos candidatos, foram feitas duas situações, com dois possíveis candidatos do PT. No cenário 1, o candidato do PT é o vereador Eduardo Leite e no cenário 2, o ex prefeito Carlos Grana. Em ambos cenários, o atual prefeito Paulo Serra aparece a frente com 28%. É aqui que aparece pela primeira vez, o que pode ser considerada a surpresa da eleição. O pré-candidato do PSOL, Bruno Daniel, irmão mais novo do ex-prefeito Celso Daniel, que sequer foi citado na intenção espontânea, aparece com 17% no cenário com Eduardo Leite e 19% no cenário com Carlos Grana. O candidato do PT obtém 12% no caso de Eduardo Leite e 11% no caso de Carlos Grana. Os demais candidatos aparecem com menos de 5% das intenções de voto.

Os segmentos em que o prefeito Paulo Serra aparece com maiores índices são aqueles com maior escolaridade e maior renda ambos com 34%, enquanto seus piores resultados se observam entre os entrevistados mais idosos (23%), com ensino fundamental (21%). O candidato do PSOL, Bruno Daniel tem seus melhores índices entre os entrevistados de menor e maior faixa etária (22% e 23%) entre aqueles com ensino fundamental (24%). Aliás nesse último segmento, Bruno Daniel aparece numericamente à frente do prefeito Paulo Serra (24% a 21%).

5- Rejeição de voto
Ao se mostrar o cartão com o nome dos candidatos, o ex-prefeito Carlos Grana surge como o mais rejeitado com 41%, seguido pelo atual prefeito Paulo Serra com 13%. O candidato do PSOL, Bruno Daniel é quem aparece com os índices mais baixos. Apenas 1% dos entrevistados o rejeitam.

6- Intenção de voto para o segundo turno
Foram feitas três simulações de segundo turno, todas elas com o nome do atual prefeito, variando-se o seu adversário nos três cenários: Eduardo Leite do PT, Ailton Lima do PSD e Bruno Daniel do PSOL.
Os resultados obtidos para os dois primeiros cenários foram muito semelhantes. O prefeito Paulo Serra aparece bem a frente com 45%, e seus adversários mais de 20 pontos percentuais abaixo. Eduardo Leite com 24% e Ailton Lima com 22%. Os melhores resultados de Paulo Serra se encontram entre os entrevistados de menor faixa etária e ensino superior. Os melhores índices de Eduardo Leite se encontram entre os entrevistados da faixa etária de 25 a 34 anos. Já Ailton Lima obtém seus melhores resultados entre os entrevistados de religião evangélica.

No cenário entre Paulo Serra e Bruno Daniel, a surpresa com os resultados do pré-candidato do PSOL fica ainda mais acentuada. Paulo Serra tem 37%, enquanto Bruno Daniel 35%, num claro empate técnico entre os dois. Com esses resultados, obviamente Bruno Daniel fica a frente claramente em alguns segmentos: entre os jovens de 16 a 24 anos (Bruno Daniel 44%, Paulo Serra 33%), aqueles com o ensino fundamental (Bruno Daniel 41%, Paulo Serra 27%) e com renda até 2 SM (Bruno Daniel 39%, Paulo Serra 32%); enquanto Paulo Serra lidera nos seguintes segmentos: entre os homens (Paulo Serra 40%, Bruno Daniel 32%), entre aqueles com 45 a 59 anos homens (Paulo Serra 43%, Bruno Daniel 25%), entre aqueles com ensino superior (Paulo Serra 51%, Bruno Daniel 30%), entre aqueles com renda superior a 5 SM (Paulo Serra 49%, Bruno Daniel 26%).

DADOS DA PESQUISA

Nome da pesquisa
Pesquisa Eleitoral Santo André – julho 2019

Margem de erro
5 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no
total da amostra.

Tema
Opinião Pública

Período
06 e 07 de julho de 2019

Local
Santo André/SP.

Amostra
400 pessoas, moradores/ eleitores da cidade de Santo André com 16 anos ou mais.

Obs.: As perguntas cujas somas das porcentagens não totalizam 100% são decorrentes de arredondamentos.

Pesquisa ABC Dados_Santo André_julho2019_imprensa